sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Nero, o terrível imperador Romano!



Nero nasceu no dia 15 de dezembro de 37. Foi o sanguinário imperador de Roma que massacrou os cristãos, "incendiou" a cidade e matou a própria mãe. Esses fatos formam apenas uma parte de Nero.

Filho de Agripina, quarta esposa do Imperador Cláudio, Nero ascendeu ao poder de forma rápida após a morte do seu padrasto. Britânico, filho do Imperador, nem teve chance de ameaçar seu governo, pois foi envenenado antes disso.

Como imperador Nero promoveu enormes gastos, construindo diversas obras públicas. Entre as mais controversas, está a construção do Domus Aurea, o seu palácio, coberto de jóias preciosas e ouro. Foi amplamente aplaudido por conseguir um acordo de paz com o império Parto, acordo esse, que trazia grandes vantagens para o Império Romano. Bissexual relacionava-se com mulheres e rapazes. Conta-se que mandou castrar um dos escravos por ter se apaixonado e mandou que o vestissem como mulher. Tinha costumes esquisitos, como se vestir de fera e atacar as genitálias de homens e mulheres amarrados em postes.

Diz-se que adorava festas e obrigava seus amigos e conhecidos a promoverem jantares e bailes para si. Diversas pessoas foram à falência apenas para agradar ao imperador.

Psicótico, o imperador começou uma matança desenfreada na sua família, entre seus amigos (como o filósofo Sêneca), no Senado e entre o povo romano. Nem mesmo sua esposa ou sua mãe, Agripina, escaparam de sua implacável sede por sangue.

Violento, o imperador foi acusado de ter queimado a cidade enquanto tocava lira, apenas com a intenção de reconstruí-la de forma mais organizada e bonita. Pelo menos dessa vez ele era inocente (o incêndio foi um acidente), mas em compensação acusou os cristãos como culpados pelo incêndio e os perseguiu, tendo sido responsável, segundo alguns, pela morte do apóstolo Pedro, que segundo a tradição, foi o primeiro papa católico. Suicidou-se em 68, segundo Suetônio, para grande alívio do povo de Roma.

A grande ironia da história é que o povo que tanto perseguiu teve, posteriormente, como sede, a cidade de Roma e o próprio Império. O homem que morreu sob seus pés no circo, teve erguido nesse lugar a maior igreja do mundo, a Basílica de São Pedro.

A vida de Nero é cheia de controvérsias, de forma que é impossível ter certeza sobre o que se diz ao seu respeito. O que se poder tirar de verdade nesses fatos é que seu governo foi marcado por tantas loucuras que jamais foi esquecido.


-- Thiago Amorim

Para saber mais: "A vida dos doze césares" - Suetônio

5 comentários:

Anônimo disse...

Vale lembrar que Nero (aquele que jamais colocou fogo em Roma) foi criado e educado por um filósofo e preparado desde o seu nascimento, para ser um imperador. E como é notório para todos na atualidade, todos os imperadores que governaram pós Nero, reconhecem Nero como o melhor depois de Cesar.

Anônimo disse...

Ótimo artigo. Excelente colocação acerca da Basílica de São Pedro ter sido construída no local onde o apóstolo foi assassinado a mando do imperador sanguinário. Oportuno também ressaltar que não há provas sobre Nero ter ateado fogo em Roma. É de textos assim que precisamos, que tragam esclarecimentos, e não sensacionalismo. A mentira não interessa a ninguém.

Geedison L. Pereira. disse...

Que história é essa de Pedro 1º papa católico", olhe de novo, Pedro nunca foi Papa e nem Católico, se Nero pode ter matado Pedro e Constantino fundou a igreja católica, então Roma teve dosi imperadores ao mesmo tempo, e mais, a "igreja da época de Pedro" nada tem a ver com a Igreja Católica Apostólica Romana", esse nome foi apenas uma jogada de Constantino pra adoçar a boca dos cristãos, que cairam como patos nessa.

Anônimo disse...

da igreja catolica ja vi que vc nao entende nada......
vai estudar um pokinho irmao e depois ai sim, vc pensa em postar comentarios sem nexo com a historia como esse!

Thiago Amorim disse...

Olá caro "Anônimo" n°2!
O post é sobre a vida de Nero, e não sobre a história da Igreja Católica!
Para uma descrição completa da história dessa instituição veja os posts sobre ela aqui mesmo no blog.

Eis o primeiro deles:

http://thiagof-amorim.blogspot.com/2011/09/uma-breve-historia-da-igreja-catolica.html

P.S. Educação é uma coisa que valorizo muito! Acho legal que você a utilize quando postar algum comentário... Obrigado!